COLETIVO ORIENTE-SE:  Conheça o projeto de atores orientais brasileiros. Há mais de um século os orientais asiáticos fazem parte do cotidiano brasileiro. Convivemos diariamente com a culinária, música, filosofia, entretenimento, arquitetura, entre outras influências que os asiáticos nos trazem e que fazem parte de nossa rotina. O brasileiro de ascendência asiática/oriental também marca presença em praticamente todas as áreas de atuação, exceto nas artes cênicas, onde ainda há poucas alternativas de trabalho e os papéis são escassos em produções brasileiras de televisão e cinema.

thumbnail_01Devido à pouca oportunidade em produções de audiovisuais, vários atores orientais brasileiros de diferentes regiões do país se uniram para mudar este cenário e criar o COLETIVO ORIENTE-SE. Esta iniciativa começou em abril deste ano com um encontro para debater quais ações seriam pertinentes para a mudança desse panorama. Desde então, o grupo se encontra semanalmente em São Paulo, em conexão com os atores do Rio de Janeiro e grupo de discussão nas redes sociais com os atores de outros estados. Esta união gerou identificação e força, resultando no lançamento oficial do COLETIVO ORIENTE-SE no próximo 1º de setembro com o início de uma série de vídeos com elenco oriental em papeis não caricaturados, interagindo com todas as etnias e, principalmente, inseridos no cotidiano como qualquer outro cidadão brasileiro.

thumbnail_reuniaoSP03Semanalmente, o grupo publicará em sua página no Facebook(facebook.com/ColetivoOrienteSe) um vídeo ficcional inédito de comédia ou drama, e sempre com a presença do oriental. O grupo acredita que a diversidade, tanto étnica, quanto social ou de gênero, só enriquecerá a convivência pacífica entre as pessoas e a própria cultura brasileira.

thumbnail_reuniaoSP07“É triste para nós, saber que as pessoas nos veem como estrangeiros, sendo que nascemos, crescemos, produzimos e contribuímos para o crescimento do país como qualquer outro cidadão brasileiro”, comenta Marcos Miura, um dos atores e redatores do coletivo. Para a atriz Cristina Sano, uma das fundadoras do coletivo, “é necessário aumentar a representatividade das várias etnias brasileiras, especialmente a oriental, em produções de televisão, cinema e teatro.” Para o ator e um dos fundadores, Rogério Nagai, “é necessário ter espaço em igualdade para com todas as etnias sem preconceito ou discriminação. ”

IMG-20160515-WA0012Como há a causa em difundir a imagem real e positiva do oriental no país, a forma que o grupo encontrou foi escrever, produzir e atuar em histórias e personagens que mostrem o oriental em contextos reais. “Para mudar este cenário negativo como somos retratados na mídia em geral, os vídeos do Coletivo Oriente-se terão a função também de influenciar positivamente a atual e futuras gerações sobre a importância da diversidade.”, diz a atriz e uma das representantes de SP, Ligia Yamaguti.

IMG-20160731-WA0004QUEM SOMOS:

O “ORIENTE-SE” é um coletivo de atores profissionais brasileiros com ascendência oriental.

NOSSO OBJETIVO:

Difundir que somos atores brasileiros, que podemos interpretar diferentes papéis como os atores de outras etnias e que existe a necessidade de mudanças de paradigmas nas produções cênicas, midiáticas e audiovisuais no que tange à diversidade, assim como é na vida real. Somos múltiplos como qualquer outro brasileiro.

thumbnail_reuniaoSP05Há pouca representatividade de nossa etnia nas produções culturais cênicas, considerando-se que a comunidade oriental no Brasil contribui em grande escala para o desenvolvimento do país, sendo parte integrante desse processo. Também em muitos casos, não reconhecemos a forma como somos retratados, quando é realizada de forma estereotipada e negativa, reforçando, e popularizando imagens equivocadas e irreais de nossa etnia, uma imagem que não faz sentido e não nos representa. A diversidade é um conceito fundamental para o crescimento humano.

O lançamento Oficial do Coletivo Oriente-se será no dia 1º de Setembro/2016 na página do facebook.

Email: coletivoorientese@gmail.com

Website: https://about.me/orientese

Facebook: https://www.facebook.com/coletivoorientese/

Twitter: https://twitter.com/_orientese

Instagram: https://www.instagram.com/coletivoorientese/

Youtube: https://www.youtube.com/c/coletivoorientese

Radio Shiga by Cleo Oshiro Oficial Page: http://wp.radioshiga.com/programacao/

Artigo anteriorAlexandra Nicolas: O talento e gingado de uma Maranhense.
Próximo artigoTela gigante para mostrar os jogos do Rio no Parque Ueno, em Tóquio
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site