Japão mantém alerta contra Pyongyang

O Japão permanece em alerta para possíveis atos provocativos da Coréia do Norte, já que o próximo sábado é o 105º aniversário do falecido líder norte-coreano, Kim Il Sung.

Image © (Líder norte-coreano, Kim Jong-un | Reuter / Reprodução via http://www.businessinsider.com) Japão mantem alerta contra Pyongyang - Apr/2017

Japão mantém alerta contra Pyongyang.

O Japão permanece em alerta para possíveis atos provocativos da Coréia do Norte, já que o próximo sábado é o 105º aniversário do falecido líder norte-coreano, Kim Il Sung.

Kim Il Sung é o fundador da república e avô do atual líder, Kim Jong Un. Para marcar seu aniversário, a Coréia do Norte, provavelmente, lançará um míssil balístico ou conduzirá um teste nuclear.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse à Dieta na quinta-feira (13) que a desnuclearização da Península Coreana é um dos objetivos do Japão. Ele também disse que a Coréia do Norte já pode ter mísseis transportando gás nervoso sarin.

O governo pretende colocar mais pressão sobre a Coréia do Norte, para que abandone seus programas nucleares e de mísseis, em cooperação com os países diretamente envolvidos.

Particularmente, o Japão permanecerá em estreito contato com os Estados Unidos para se preparar para qualquer contingência.

Enquanto envia o poderio militar para águas da Península Coreana e sugerindo a possibilidade de uma ação unilateral, os EUA têm exortado a China a desempenhar um papel maior para tornar Pyongyang menos beligerante.

O governo japonês, por sua vez, pedirá à China para persuadir a Coréia do Norte a aliviar a tensão em torno da península.