Indonésia: 2 homens condenados a 85 chicotadas por serem homossexuais

O tribunal da Sharia, na província indonésia de Aceh, condenou dois homens a serem chicoteados em público por serem gays.

Image © (Um indonésio diante do tribunal islâmico, um dos dois homens condenados a 85 chicotadas por serem homosexuais, em Banda Aceh, na província de Aceh, na Indonésia, em 17 de maio de 2017. Fonte: Reuters / Darren Whiteside - via https://asiancorrespondent.com) Indonésia: 2 homens condenados a 85 chicotadas por serem homossexuais - May/2017

Indonésia: 2 homens condenados a 85 chicotadas por serem homossexuais.

O tribunal da Sharia, na província indonésia de Aceh, condenou dois homens a serem chicoteados em público por serem gays.

De acordo com a BBC, o casal foi condenado, na quarta-feira (17), a receber 85 chicotadas cada um, depois de ter sido considerado culpado de violar as estritas leis islâmicas da província, a única região da Indonésia a praticar a Sharia.

Em março, os dois homens foram encontrados na cama, juntos, por um grupo de vigilantes que filmou o casal e depois disponibilizou o vídeo on-line.

Com 20 e 23 anos de idade, eles foram forçados a “confessar” depois que moradores do bairro de Rukoh, de Banda Aceh, acharam suspeito o seu relacionamento, de acordo com o investigador-chefe da polícia da Shariah, Marzuki.

Outro vídeo, compartilhado amplamente na Indonésia, de maioria muçulmana, mostrou os homens sendo espancados por pessoas do bairro.

Esta é a primeira condenação para a homossexualidade na Indonésia, uma vez que não é ilegal no resto do país.

O Tribunal Constitucional está, entretanto, considerando uma revisão judicial para buscar a criminalização do sexo pré-marital e do sexo homossexual em toda a nação.

O juiz Khairil Jamal disse ao tribunal que “ficou comprovado legal e convincentemente que os acusados são culpados de praticar sexo gay”, de acordo com a agência de notícias AFP.

A sentença será executada em uma cerimônia pública, em 23 de maio de 2017.

Tais “espancamentos legais” são uma ocorrência regular na capital provincial e tornaram-se eventos populares para o público, frequentemente sendo visto por crianças, que prestam atenção à punição que está sendo realizada.

Ofensas que são punidas com chicoteamento incluem jogo, beber álcool, e não aderir às exigências de vestimento público.