Composição Ferroviária traz Daniel Gonzaga, filho de Gonzaguinha, em Poços de Caldas-MG.

O Composição Ferroviária é um projeto cultural gerido pela Mecenaria Brasil e seus produtores (Wolf Borges e Jucilene Buosi) que tem o objetivo de levar música, arte e cultura para a cidade de Poços de Caldas com shows de grandes artistas brasileiros desde 2014.

Viabilizado pela Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, através das Secretarias de Cultura e Turismo, o projeto já teve o privilégio de ser patrocinado pelo DME Distribuição e GASMIG, além do apoio de diversas empresas da iniciativa privada local. Quer ser parceiro? Entre em contato. O vídeo de abertura é do evento de 2014 e os abaixo são dos artistas convidados.

Já foram atrações do Composição: Paulinho Pedra Azul, Leila Pinheiro, Claudio Nucci, Fátima Guedes, Ceumar, Kleiton e Kledir, Filó Machado, Zé Renato, Sergio Santos, Tavito, Tavinho Moura, e a comédia musical Curso de Porte e Postura.

O projeto que conquistou Poços de Caldas e também turistas de diversas cidades de Minas e de São Paulo, está de volta.

E na sua primeira edição integra a I Virada Mineira de Poços de Caldas. Neste ano já conta com duas edições com atrações super especiais – sempre valorizando a música brasileira e regional.

No primeiro evento, dia 23 de Abril, traz Daniel Gonzaga, cantor e compositor filho de Gonzaguinha, neto de Luiz Gonzaga. O artista traz na bagagem tudo que aprendeu com o pai e avô, relembra seus sucessos e ainda apresenta ao público o resultado de sua composição fecunda e inspirada nos grandes mestres da música brasileira.

Para a abertura, Paulo Francisco Tutuca, integrante do Quarteto Sentinela. Tutuca é filho de Fredera, músico que integrou por vários anos a banda de Gonzaguinha – vai ser a emoção do encontro de uma nova geração de músicos “de berço”.

E em Maio, no segundo encontro, o Clube da Esquina é representado por Túlio Mourão, que além de ter andado pela emblemática “esquina”, também integrou a banda Mutantes.

O compositor de “Teia de renda” (parceria com Milton Nascimento) traz ainda a cantora Titane – representante do Vale das Vertentes – que reúne em sua música influências do congado mineiro, reciclando canções antigas de autores desconhecidos, clássicos da MPB, com direito a compositores urbanos recentes.

Juntos gravaram “Paixão e Fé”, segundo os autores “uma dimensão poética sobre lama, poeira e minério, alguns dos elementos que turvam os horizontes de Minas e do Brasil desde o rompimento da barragem do Fundão, em 2015”.

Abrem os trabalhos deste evento os artistas locais Jucilene Buosi, Wolf Borges e Alexandre Almeida.

O Composição Ferroviária tem o patrocínio do DME Poços de Caldas e apoio das Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de Turismo.

Outros parceiros da iniciativa privada também nos apoiam, como: Startoutdoor, Cristais Cá d’oro, Poços de Caldas Convention & Visitor Bureau, Choperia Victoria.

SERVIÇO:
23 ABR | DOM | 10h | COMPOSIÇÃO FERROVIÁRIA apresenta DANIEL GONZAGA | Abertura: Paulo Francisco Tutuca | Local: Antiga Estação Mogyana de Poços de Caldas

M E C E N A R I A  B R A S I L

35 9 8822 9116 
35 9 8808 9105

Facebook: https://www.facebook.com/composicaoferroviaria/

Radio Shiga by Cleo Oshiro Oficial Page: http://wp.radioshiga.com/programacao/

COMPARTILHE
Artigo anteriorBrasil: MPF denuncia 60 pessoas investigadas na Operação Carne Fraca
Próximo artigoPutin envia tropas para a fronteira com a Coreia do Norte
Cleo Oshiro

Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não.
Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site