Abe encontra-se com enviado do presidente sul-coreano

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, manteve conversações com um enviado especial do novo presidente da Coréia do Sul, Moon Jae-in. O enviado, Moon Hee-sang, disse a Abe que o presidente Moon quer reviver a diplomacia entre os líderes dos dois países.

Image © (Enviado do presidente eleito da Coreia do Sul, Moon Hee-sang (E) e primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe | Reprodução NHK World) Abe encontra-se com enviado do presidente sul-coreano - May/2017

Abe encontra-se com enviado do presidente sul-coreano.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, manteve conversações com um enviado especial do novo presidente da Coréia do Sul, Moon Jae-in. O enviado,  Moon Hee-sang, disse a Abe que o presidente Moon quer reviver a diplomacia entre os líderes dos dois países.

Abe e Moon Hee-sang encontraram-se em Tóquio nesta quinta-feira (18).

Abe elogiou a visita do enviado especial logo após o início da administração de Moon como um sinal da importância que o presidente atribui aos laços entre Tokyo e Seoul.

Ele disse que a Coréia do Sul é o vizinho mais importante do Japão e que compartilha interesses estratégicos.

Abe expressou sua esperança de construir uma relação bilateral, orientada para o futuro.

Moon Hee-sang, um legislador da Assembléia Nacional da Coréia do Sul, disse que os países têm 2 pontos em comum.

Ele disse que um deles é que ambos estão entre as poucas nações da Ásia que compartilham o mesmo conjunto de valores, como economia de mercado e democracia liberal, disse ainda que o outro é que, no aspecto de segurança, eles têm um interesse prático em lidar, em conjunto, com a questão nuclear da Coréia do Norte.

O enviado sul-coreano disse que o presidente Moon espera encontrar-se com Abe em brevemente, acrescentando que foi solicitado pelo presidente a transmitir seu desejo de aprofundar a compreensão entre os dois países, mantendo conversações de cúpula freqüentes com Abe. Ele disse que Moon procurará reviver a diplomacia entre os líderes dos dois países.

Antes desta reunião, o enviado sul-coreano reuniu-se com o chefe do Gabinete do Japão, Yoshihide Suga.

Quanto à Coréia do Norte, Suga transmitiu a posição do Japão de que não há nenhum ponto para manter conversações com o Norte, que deve, primeiro, tomar medidas para a desnuclearização.

Suga e Moon Hee-sang confirmaram a necessidade de uma estreita coordenação quanto à questão de Pyongyang. Eles também concordaram em trabalhar para realizar uma reunião de cúpula Japão-Coreia do Sul o mais cedo possível.

Falando aos repórteres após a reunião, Suga referiu-se a um acordo bilateral de 2015, sobre as “mulheres de conforto”. Suga disse que há questões difíceis entre os dois países, mas disse ao enviado que as questões devem ser adequadamente geridas. Suga acrescentou que ele e o enviado confirmaram que ambos os lados devem cumprir suas respectivas responsabilidades.